chef

Algarve

Restaurante Ocean recebe chef chileno Rodolgo Guzmán

O restaurante Ocean, de duas estrelas Michelin, localizado no VILA VITA Parc Resort & Spa, em Porches, no Algarve, recebe no dia 17 de novembro o chef Rodolfo Guzmán. O cozinheiro do restaurante chileno Boragó foi considerado em 2015 o segundo melhor restaurante da América Latina e em 2018 um dos 50 melhores restaurantes do mundo. Depois de, em março, o chef Christian Bau, do restaurante de 3 estrelas Michelin «Victor"s Fine Dining by Christian Bau», ter visitado a cozinha do chef Hans Neuner, é a vez de mais um jantar a quatro mãos, inserido nos Culin"Art Dinners. As influências [...]

chef

Restaurante Feitoria convida chef Leandro Carreira

O Restaurante Feitoria continua a receber os Jantares Matéria. E o próximo convidado é Leandro Carreira. O chef irá preparar, junto com João Rodrigues, o quarto evento que será dedicado aos produtos da região do Douro, nomeadamente carnes e os queijos que caraterizam esta zona. O jantar está marcado para 9 de agosto. Foi em Londres, onde já está há seis anos, que Leandro Carreira abriu, no final de 2017, o Londrino, um restaurante que resume os 23 anos de carreira do chef, passados em oito países. A cozinha do chef tem como inspiração os sabores e tradições de Portugal, [...]

Opinião

O homem que mais invejávamos desistiu

Os melhores escritores de viagens que garantem ser um livro a maior das viagens dizem-no ao mesmo tempo que fazem a mala para partir de novo. Viajar tanto também cansa, mas vicia até às repetições incessantes do partir. Como Ricardo Santos conta, em recente entrevista à revista The New Yorker, Anthony Bourdain também se confessava cansado de quilómetros. E, no entanto, logo o encontrámos passeando-se, como fazia agora, por uma das mais belas regiões de França, o Alto Reno, na terra de vinho alsaciano que viagens centenárias trouxeram das cepas do Tokay húngaro, instalado em hotel de Kaysersberg, localidade que ainda no ano passado os franceses elegeram a sua aldeia preferida... Foi aí que Bourdain se suicidou. Fez a mala para o mais longínquo dos lugares, o que deixou os seus amigos desolados e os seus admiradores perplexos. Na citada entrevista à The New Yorker, ele dissera: "Faço aquilo que me apetece." Na semana de 2017 correspondendo à que hoje me leem, a sua célebre reportagem - misto de culinária e passear pelo mundo, feita por epicurista, contador nato e homem culto - Viagem Desconhecida, transmitida pela CNN, andou por Omã; a seguinte foi na caribenha Trinidad; e, depois, Porto... Um ano depois, esta semana, a transmitir no domingo, será sobre Berlim, depois, Nova Orleães... Tanto andar significava 200 dias por ano fora de casa, rodeado de amigos só conhecidos dias antes... Para cada um de nós era o sonho de vida: conhecer mundo e gentes, e sem o constrangimento de passar por turista. Meses antes de acabar o seu mandato, Barack Obama foi em viagem de reconciliação ao Vietname. O cozinheiro trota-mundos levou-o a um restaurante de rua de Hanói. Ontem, Obama reconheceu a experiência que vivera: "Bourdain ensinou-nos a ser menos medrosos com o desconhecido."