Che Guevara

Francisco George

Relatos Incompletos dos Anos 60 (III)

É nos sixties que acontece a grande libertação da Mulher na sequência da introdução no mercado das primeiras pílulas anticoncecionais. Fez toda a diferença. Marcou, historicamente, o antes e depois. Desde então, a sexualidade das mulheres mudou para sempre. O lançamento da pílula contracetiva oral é, justamente, considerado um marco que indicou uma imensa mudança da Condição da Mulher, até mesmo no sentido "revolucionário". Passou a ser possível planear o nascimento de filhos desejados, ao mesmo tempo que permitiu assumir a sexualidade feminina por inteiro. Curiosamente, a descoberta da PÍLULA deve-se ao cientista Gregory Pincus (1903-1967) que, na altura, conduziu as pesquisas que foram financiadas pela milionária norte-americana Katharine Dexter McCormick (1875-1967). Além de bióloga, Katharine distinguiu-se como lutadora pelos direitos das mulheres. Para lá de sufragista foi reconhecida como benemérita, depois de ter herdado parte da fortuna da família McCormick, a seguir à morte do seu marido. A pílula, começou a ser comercializada nos Estados Unidos da América em 1960, mas só três anos depois entra no mercado português com a designação de Anovlar. Foi socialmente aceite, tendo representado um imenso sucesso, apesar da oposição da Igreja Católica.