Cartas do Brasil

Premium

Cartas do Brasil

O passado incerto

Por mais irritante que se apresente ao leitor, a maior parte dos jornalistas - este, infelizmente, incluído - nem sempre conseguem fugir a expressões do tipo "o senhor X terá dito", "a senhora Y terá cometido", "o alegado crime", "o suposto favorecimento" e por aí adiante. É a ditadura do condicional. Na atualidade jurídico-político-partidária brasileira, depois do show do solta Lula, prende Lula do último domingo, o caso é ainda mais grave: a imprensa depara-se com o passado do condicional ou, como se lê nas gramáticas brasileiras, o futuro do pretérito.

Cartas do Brasil

Thriller Brasil

Na série de suspense thriller em que se transformou o Brasil de 2018, na terça-feira da semana passada os brasileiros foram dormir após os autocarros da caravana do pré-candidato às eleições de outubro Lula da Silva serem atingidos por tiros no Paraná. "Atentado político!", bradou o Partido dos Trabalhadores (PT). "Emboscada!", classificou a presidente do partido. "Ataque de grupo de fascistas!", decretou o próprio Lula. Noutra cena, mais ou menos à mesma hora, mas em Brasília, o juiz do Supremo Tribunal Federal (STF) a quem foi atribuído o processo que pode levar o antigo presidente da República à prisão revelou que ele e a família foram ameaçados de morte. A presidente do tribunal solicitou imediatamente escolta policial ao magistrado.