Brexit

Reino Unido

Empresas que queiram ter marcas protegidas podem ter custos até 80 mil euros

A saída do Reino Unido da União Europeia ditou alterações à propriedade industrial. A partir de 1 de janeiro de 2021, findo o período de transição, as empresas que queiram ter marcas protegidas no mercado britânico precisarão de um registo à parte, feito diretamente no Reino Unido. Uma empresa que tenha entre 100 a 125 marcas poderá ter custos até 80 mil euros para manter direitos em solo britânico, estima a Inventa International.