assédio sexual

Associação académica alvo de "pressões"

Assédio na ULx. Processo disciplinar a docente acabou em "pedido de desculpa"

Mensagens enviadas a horas tardias com abordagens bizarras levaram seis alunas a apresentar, em 2020, queixa contra professor. Arquivamento do processo disciplinar é um dos motivos pelos quais os estudantes falam de "impunidade" na escola. Há também acusações de "pressões" para que associação académica não fizesse ondas sobre este tipo de casos.

Universidade de Lisboa

10% dos docentes da Faculdade de Direito da UL denunciados por assédio

Escola abriu um canal para receção de denúncias de assédio: em 11 dias, recebeu 50, relativas a 31 docentes; sete concentram mais de metade das queixas. Associação académica fala de "sentimento de impunidade" e "clima de medo"; direção da faculdade afirma "tolerância zero" e concorda com a criação de um código de conduta.