Anselmo Borges

Anselmo Borges

Deus aos ricos: "Insensatos!"       

1. É mau ser rico? Não, de maneira nenhuma. Ai de nós se não houvesse ricos, com iniciativa e capacidade para investir, criar riqueza, dar emprego a tanta gente, fazer progredir um país e o mundo! A riqueza, diz a Bíblia, é uma bênção. A pobreza, essa, é uma maldição. O que é que podemos fazer sem algum dinheiro? Mesmo para fazer o bem e ajudar outros precisamos também de dinheiro. A expressão "Igreja dos pobres" pode levar a equívocos, pois não se trata de realizar "o ideal" de todos serem pobres. Pelo contrário: "Igreja dos pobres e para os pobres", para acabar com um mundo de pobres que não têm aquele mínimo que lhes permita realizar a sua dignidade humana e cristã.

Anselmo Borges

Confissões do Papa Francisco. 1

1. "O que está em crise são estruturas que formam a Igreja, que têm de cair. Sejamos conscientes. O Estado da Cidade do Vaticano como forma de governo, a Cúria, seja o que for, é a última corte europeia de uma monarquia absoluta. A última. As outras já são monarquias constitucionais, a corte dilui-se, mas aqui há estruturas de corte que são o que tem de cair." "A reforma não é minha. Foram os cardeais que a pediram", quando se debatia a sucessão de Bento XVI.

Opinião

Entre a Sexta-Feira Santa e a Páscoa: Sábado

Crentes ou não crentes - quem o disse foi George Steiner - é em Sábado que vivemos. Que é que isto quer dizer? Todos, de um modo ou outro, em nós mesmos e no mundo, constatamos e vivemos a Sexta-Feira Santa do sofrimento, do horror, da violência, do silêncio e da noite, e todos, de um modo ou outro, de forma mais explícita ou menos explícita, mais consciente ou menos, é pelo Domingo, o Domingo da Páscoa, que suspiramos e esperamos, a Páscoa da salvação.

Premium

Anselmo Borges

Cimeira global histórica antiabusos

1. Não conheço condenação mais dura e funda da pedofilia do que estas palavras de Jesus no Evangelho: "Deixai vir a mim as criancinhas", e é preciso tornar-se como uma criança, "para entrar no Reino dos Céus", porque elas são simples, inocentes, não discriminam. Imediatamente a seguir Jesus diz: "Ai de quem escandalizar uma criança. Era melhor atar-lhe a mó de um moinho ao pescoço e lançá-lo ao fundo do mar." Não se pode fazer mal às crianças: elas são inocentes, elas não fazem mal (é esse o sentido de inocente, a partir do verbo nocere: causar dano, fazer mal, com o prefixo negativo in).

Premium

Anselmo Borges

Islamofobia e cristianofobia

1. Não há dúvida de que a visita do Papa Francisco aos Emirados Árabes Unidos de 3 a 5 deste mês constituiu uma visita para a história, como aqui procurei mostrar na semana passada. O próprio Francisco caracterizou a sua viagem como "uma nova página no diálogo entre cristianismo e islão". É preciso ler e estudar o "Documento sobre a fraternidade humana", então assinado por ele e pelo grande imã de Al-Azhar. Também foi a primeira vez que um Papa celebrou missa para 150 mil cristãos na Península Arábica, berço do islão, num espaço público.