A Volta Ao Assunto

Nuno Artur Silva

Em campanha pelas campanhas

É muito fácil dizer mal das campanhas eleitorais. Elas são o momento em que os políticos apresentam as suas políticas como uma epopeia que, na cacofonia indiferenciada da sociedade do espetáculo, acaba por, fatalmente, se parecer mais como uma farsa. Hoje em dia as campanhas não se limitam a cartazes, a comícios e a ações de rua com soundbites e oportunidades fotográficas ou videográficas para as televisões. A televisão é ainda o palco principal dos acontecimentos, mas as redes sociais alargam e determinam a disseminação das declarações e das ações e reações de campanha.

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).