1864

A Formiga brasileira  que já jogou em  sete campeonatos do mundo e em seis Jogos Olímpicos

Miraildes Maciel Mota (n. 1978)

A Formiga brasileira que já jogou em sete campeonatos do mundo

Miraildes Maciel Mota arrancava a cabeça das bonecas para delas fazer uma bola e jogar nas ruas do bairro pobre de Salvador onde nasceu em 1978, contou o jornal O Globo num perfil da futebolista brasileira quando esta em 2019 participou no seu sétimo campeonato do mundo, recorde absoluto, seja entre as mulheres ou contando também os homens. Também é dela o recorde de presenças em Jogos Olímpicos, com seis. Aos 42 anos, continua no ativo, envergando agora a camisola do Paris Saint-Germain. E pegando na sua alcunha de Formiga, e somando à sua arte com os pés, os franceses até a começaram a chamar de Formidable.

Premium

1864

Como o homem descobriu o vinho: a gula por fermentações e a teoria do macaco bêbedo

A bebida a que chamamos vinho não a inventámos, descobrimo-la nos processos fermentativos naturais e demos-lhe cultura e civilização. Antes, porém, trabalhámos a uva por milénios, aprimorando a sua cultura ainda no Neolítico. No território da atual Geórgia, cerâmicas milenares contam-nos com eloquência os primórdios da vinha e do vinho. Um afã na produção da bebida mágica que turvava o espírito e que se tornou sinónimo de lubrificante social.

augusto santos silva

75 anos depois, a mesma ideia, renovada

Em 1945 terminou o conflito mais mortal da história da humanidade, que ceifou dezenas e dezenas de milhões de pessoas, na larga maioria civis. Com a rendição alemã e japonesa (e, antes, com a italiana) caíram três dos regimes mais sinistros até então conhecidos. O Holocausto nazi vitimou mais de seis milhões de judeus, que representavam dois terços dos cidadãos europeus com crença judaica. A determinação da Grã-Bretanha, a resistência da União Soviética, a intervenção dos Estados Unidos, a ação das forças de libertação francesas, a participação de outros países aliados e a mobilização de milhões de patriotas das nações ocupadas e de militantes contra o nazi-fascismo convergiram para derrotar a barbárie. Além do horror inominável desta, algumas das ações empreendidas pelos Aliados, como os bombardeamentos maciços de cidades alemãs e, sobretudo, o recurso à bomba nuclear em Hiroxima e Nagasáqui, também colocaram fundas questões éticas. O sobressalto moral assim suscitado haveria de conduzir à definição de limites mais estritos sobre o que se pode e o que não se pode fazer numa guerra.