Vem aí o inverno. Dicas para conduzir durante uma tempestade

Controlar o seu carro quando o tempo fica mesmo feio não é fácil. Alguns especialistas dão conselhos

O inverno está à porta e apesar de em Portugal não ser habitual ocorrerem grandes tempestades e furacões, mais vale se prevenir do que remediar. As chuvas e os ventos fortes causam sempre alguns estragos e podem até mesmo impedi-lo de sair de casa ou de conduzir.

Os carros e quem anda na estrada estão entre os mais afetados nestas situações, pelo que é importante saber o que fazer (e o que evitar) numa situação de tempestade. A BBC falou com especialistas climáticos e profissionais do sector automóvel, que deixam alguns valiosos conselhos.

Para Pete Williams, porta-voz da RAC - organização de serviços de automobilismo sediada no Reino Unido e parceiro do Met Office o serviço nacional de meteorologia do Reino Unido - o ideal mesmo é não sair de casa e não conduzir sob condições climatéricas adversas. A não ser que não tenha outra opção.

Caso seja apanhado na estrada por uma tempestade, prossegue Williams, deve assim que possível telefonar a um familiar ou amigo e comunicar-lhe a sua localização e o que está a acontecer.

Conduzir devagar é outro conselho, pois há o risco de o carro aquaplanar, levando a que perca o seu controlo.

Preste ainda atenção ao vento. Pete Williams lebra que as rajadas podem afetar o manuseamento do carro, pelo que é muito importante manter o volante seguro com firmeza, para poder reagir às alterações súbitas.

Outro fator fundamental é o estado dos pneus. Estes "não são apenas uma parte do seu carro", diz Sarah Robinson , uma piloto da Michelin, sediada na pista de Laurens, no Estado da Carolina, Sul dos EUA. "Os pneus são a principal fonte de segurança e desempenho. Servem para tornar a tração mais eficiente".

Por isso, Sarah Robinson lembra que deve verificar os seus pneus regularmente e substituí-los com frequência.

O uso correto das luzes é outra "regra de ouro", como diz William Van Tassel, gerente de uma associação de escolas de condução dos EUA. Se o seu carro não estiver equipado com luzes diurnas, ou assim que fica mais escuro "ligue as luzes. Desta forma, torna-se duas vezes mais visível para os outros utentes da estrada".

A RAC sugere ainda que deve aumentar a distância de segurança entre o seu carro e o da frente e não andar atrás de camiões altos.

Em casos em que se vê obrigado a parar, por avaria ou inundação, por exemplo, todo os especialistas aconselham a não abandonar o carro. Até as equipas de socorro veem mais facilmente a viatura do que uma pessoa sozinha.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG