Uber chega ao Algarve com versão XL para turistas

Oferta vai estar concentrada em Faro, Albufeira e Vilamoura. Plataforma vai ficar disponível até ao final de setembro

A partir de hoje quem estiver em faro, Vilamoura e Albufeira e quiser pedir um carro através da Uber já o pode fazer. E assim será até ao final de setembro, altura em que a plataforma deverá ser desativada com o fim dos três meses de férias. A escolha das cidades é estratégica para ir ao encontro da procura. Assim como os serviços que vão estar disponíveis. O mais tradicional que é a versão X, com veículos que permitem transportar quatro pessoas, e a grande novidade, o XL, para seis passageiros.

"A partir das 9.00 da manhã o serviço passa a estar disponível no Algarve. As zonas foco são Faro, Vilamoura e Albufeira e são estes os locais onde os nossos parceiros irão estar mais concentrados. Esta foi uma decisão muito informada, com base na procura dos utilizadores que abrem a aplicação e tentam chamar um carro", explicou ao DN Rui Bento, diretor-geral da Uber em Portugal.

A chegada do serviço ao sul do país - que durante estes meses chega a triplicar a população com a chegada de milhares de turistas nacionais e internacionais - traz uma outra novidade: a versão XL. Carros que permitem transportar seis passageiros. "É a primeira vez que Portugal vai ter o serviço XL. O que procuramos fazer, é dar uma alternativa aos meios de transportes existentes para responder às necessidades. Sabemos que nas férias as pessoas deslocam-se em grupos maiores", adiantou o responsável.

O Uber X terá uma tarifa base de 1 euro, a que acresce 0,1 euros por minuto e 0,8 euros por quilómetro. Já a versão XL terá uma tarifa base de 1,5 euros, a que acresce 0,15 euros por minuto e 1,2 euros por quilómetro. Em Lisboa e Porto, onde a Uber tem plataforma ativa, os serviços são um pouco diferentes: além do X (a opção mais comum, até mesmo noutros países), há o serviço Black (com carros topo de gama) e o Green (apenas com carros elétricos).

Sobre o número de prestadores de serviço no Algarve que irão estar ligados à plataforma, Rui Bento disse que essa é uma informação que não partilham. "Para nós o importante é termos carros disponíveis e que o tempo médio de espera seja o mais baixo possível. Em Lisboa é abaixo dos cinco minutos", rematou.

O serviço vai estar disponível até ao final de setembro. "A operação no Algarve vai em linha com o que fazemos noutros mercados, como por exemplo França quando quando há o festival de Cannes e existem muitas deslocações. Estimamos que a plataforma deixe de estar disponível no final de setembro, ainda sem uma data fixa."

A Uber tem sido alvo de contestação em vários países e os motivos são semelhantes: o facto de os carros que prestam serviço não terem de cumprir licenças e outras regras, como motoristas certificados, que são exigidas aos táxis. Em Portugal a Uber está proibida de operar pelo Tribunal da Comarca de Lisboa, na sequência de uma providência cautelar apresentada pela Associação Nacional dos Transportes Rodoviários em Automóveis Ligeiros. Contudo, a plataforma mantém-se a funcionar.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG