"Principal defeito? Impaciência. Não tenho paciência para a teimosia e a falta de inteligência"

O famoso Questionário de Proust respondido pela Reitora da Universidade Católica Portuguesa, Isabel Capeloa Gil.

A sua virtude preferida?
Sensatez. É cada vez mais rara.

A qualidade que mais aprecia num homem?
Inteligência e maturidade.

A qualidade que mais aprecia numa mulher?
Perspicácia e tenacidade.

O que aprecia mais nos seus amigos?
A franqueza, a disponibilidade e a paciência para me ouvirem.

O seu principal defeito?
Impaciência. Não tenho paciência para a teimosia e a falta de inteligência.

A sua ocupação preferida?
Reinventar o meu espaço.

Qual é a sua ideia de "felicidade perfeita"?
Fim de tarde no verão, na praia de Rondinara, com as minhas filhas e um romance de Laurent Binet.

Um desgosto?
A morte dos que me são próximos.

O que é que gostaria de ser?
O que sou.

Em que país gostaria de viver?
Portugal.

A cor preferida?
Verde azulado.

A flor de que gosta?
Peónia.

O pássaro que prefere?
Cotovia.

O autor preferido em prosa?
Thomas Mann.

Poetas preferidos?
Paul Celan, Sylvia Plath, José Tolentino de Mendonça, Adrienne Rich.

O seu herói da ficção?
Mr Darcy (Jane Austen, Orgulho e Preconceito).

Heroínas favoritas na ficção?
Becky Sharp (Thackeray, Vanity Fair), Fa Mulan.

Os heróis da vida real?
Edith Stein, Angela Merkel, Aristides de Sousa Mendes.

As heroínas históricas?
Sojourner Truth, Maria de Lourdes Pintassilgo.

Os pintores preferidos?
Gerhard Richter, Georgia O"Keefe, Vilhelm Hammershoi.

Compositores preferidos?
George Gershwin, Gustav Mahler.

Os seus nomes preferidos?
Beatriz, Madalena, Duarte, Miguel.

O que detesta acima de tudo?
A ignorância atrevida.

A personagem histórica que mais despreza?
José Estaline.

O feito militar que mais admira?
A batalha de Aljubarrota.

O dom da natureza que gostaria de ter?
Temperança.

Como gostaria de morrer?
Em paz com o mundo.

Estado de espírito atual?
Combativa.

Os erros que lhe inspiram maior indulgência?
Os que são bem-intencionados e não prejudicam ninguém.

A sua divisa?
Há sempre uma terceira via.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG