Português detido em Espanha por conduzir embriagado e agredir polícias

Aconteceu em Castellón. Português de 43 anos pôs-se em fuga e foi perseguido pelas autoridades

A polícia de Castellón, localidade próxima de Valência, em Espanha, deteve um homem de 43 anos e nacionalidade portuguesa por conduzir sob o efeito de álcool e agredir dois agentes da autoridade.

Segundo o ABC, a detenção aconteceu na noite da passada quinta-feira. Em comunicado, a polícia de Castellón explicou que foi chamada inicialmente pelos residentes, que se queixavam de um indivíduo a causar distúrbios na via pública. Quando chegaram a local, os agentes perceberam que se tratava de um português, visivelmente embriagado, que alegava ter sido enganado na venda de um automóvel e queria recuperar o dinheiro.

Ao indivíduo, os polícias tentaram explicar as vias legais para reclamar da venda e pediram-lhe que abandonasse o local. Apesar de ter respondido sempre de forma agressiva, o português, que não foi identificado, acabou por aceder. Mas, passados poucos minutos, a mesma patrulha encontrou-o ao volante de um automóvel. Seguiram-no e pediram-lhe que parasse, com sinais sonoros e luminosos. O homem ignorou e chegou mesmo a passar alguns sinais vermelhos e a circular em direção contrária ao sentido da via.

Durante a perseguição, atingiu mesmo, com o carro que conduzia, um automóvel da polícia, que ficou com danos consideráveis. Só quando as autoridades pediram reforços foi possível deter o português, que ainda resistiu a sair do veículo, agredindo com murros e pontapés os agentes que procuravam tirá-lo da viatura.

Dois agentes ficaram feridos, sem gravidade, e o homem foi então detido por agressão às forças de segurança e por ter conduzido embriagado, colocando em perigo a vida de outros condutores.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG