Quase metade dos concelhos em risco extremo de infeção. Lisboa preocupa

Há uma semana eram apenas 21. Lisboa é o concelho que, em Portugal Continental, tem o risco mais elevado: 2510 casos por cem mil habitantes nos últimos 14 dias.

Portugal conta esta sexta-feira com 151 concelhos em risco extremo de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS). Há uma semana eram apenas 21, chegando aos 151 quando se incluíam os 130 concelhos em risco muito elevado. Estes são agora 114.

No conjunto de risco extremo e risco muito elevado há agora 165 concelhos, num total de 308 em todo o país.

São considerados em risco extremo os concelhos com mais de 960 casos de infeção por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, enquanto os em risco muito elevado são aqueles onde a incidência é entre 480 e 959,9 casos por 100 mil habitantes.

Porto Santo, no arquipélago da Madeira, é o concelho onde a incidência é maior, chegando aos 4753 casos por 100 mil habitantes. Em Portugal Continental o destaque pela negativa vai para a capital: Lisboa tem 2510 casos por 100 mil habitantes.

Há ainda 34 concelhos em risco elevado, com uma taxa de incidência cumulativa a 14 dias entre 240 e 479,9 casos por 100 mil habitantes, e apenas oito onde esta está entre 120 e 239,9 casos por 100 mil habitantes.

De todos os concelhos, só um tem uma incidência inferior: Velas, com 118 casos por cem mil habitantes nos últimos 14 dias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG