Polícias italianos fazem jantar para casal solitário de idosos

Agentes tinham sido chamados por suspeitas de violência. Afinal, os dois idosos estavam sozinhos e choravam de desespero

Jole e Michele estão casados há quase setenta anos. Ela tem 89 anos, ele 94. Vivem sozinhos em Roma, Itália, e há décadas que não têm visitas.

Situações como esta são comuns nas grandes cidades e não só: a falta de companhia acentua a tristeza e deixa tantos idosos à beira do desespero.

Mas, na semana passada, a noite de Jole e Michele acabou de maneira diferente, graças a dois agentes da polícia que se lhes juntaram para os confortar.

A história foi contada no Facebook por responsáveis da polícia de Roma: os agentes foram chamados ao apartamento do casal pelos vizinhos, que ouviram gritos e choros e desconfiaram de um episódio de violência doméstica ou maus-tratos por familiares.

Quando chegaram, encontraram apenas Jole e Michele na habitação, sozinhos e desfeitos depois de ver no noticiário as constantes desgraças do mundo. Chamaram uma ambulância para se assegurarem de que ambos estavam bem de saúde e, percebendo que, enquanto agentes da autoridade, mais nada podiam fazer para que o casal se sentisse melhor, decidiram improvisar: pediram licença para ir à despensa e cozinharam um jantar tipicamente italiano. Massa, manteiga e queijo foi quanto bastou para que os quatro se juntassem à mesa e partilhassem a refeição como bons amigos.