Detido em Fátima bombista condenado a prisão perpétua em Itália

Maurizio Tramonte foi coautor de um atentado que matou 8 pessoas

A Polícia Judiciária anunciou, esta quarta-feira, que "localizou e deteve" Maurizio Tramonte, de 64 anos, um italiano condenado à pena de prisão perpétua em Itália.

Tramonte era "procurado pelas autoridades italianas para cumprimento de pena de prisão perpétua a que foi condenado definitivamente, ontem, pela Corte di Appello de Milão", disse a PJ em comunicado.

O italiano foi coautor de um atentado na Piazza della Loggia, em Brescia, Itália, a 28 de maio de 1974, que matou 8 pessoas e feriu cerca de 100.

A imprensa italiana diz que Tramonte já tinha saído de Itália algumas vezes durante o processo.

Nesta ocasião, afirmou que iria realizar uma peregrinação a Lourdes, em França, mas dirigiu-se a Fátima, onde foi detido.

"O detido vai ser presente às autoridades judiciárias competentes no Tribunal da Relação de Évora, para interrogatório judicial e eventual aplicação de medidas de coação com vista a ulterior entrega às autoridades italianas", pode ler-se também.

Exclusivos

Premium

Contramão na autoestrada

Concessionárias querem mais formação para condutores idosos

Os episódios de condução em sentido contrário nas autoestradas são uma realidade recorrente e preocupante. A maioria envolve pessoas idosas. O tema é sensível. Soluções mais radicais, como uma idade para deixar de conduzir, avaliação médica em centros específicos, não são consensuais. As concessionárias das autoestradas defendem "mais formação" para os condutores acima dos 70 anos.