PJ apreende mais de uma tonelada de cocaína num navio

Droga estava a ser transportada da América Latina para a Europa. Autoridades detiveram 17 homens

A Polícia Judiciária anunciou hoje a detenção de 17 pessoas e a apreensão de mais de uma tonelada de cocaína a borda de uma embarcação que vinha da América Latina em direção à Europa. As autoridades acreditam que os homens detidos, todos estrangeiros, integram uma organização criminosa de dimensão transnacional implantada em diversos países de diferentes continentes.

O porta-contentores foi intercetado em pleno Oceano Atlântico, segundo um comunicado da PJ, que contou com a colaboração da Marinha e da Força Aérea nesta operação de combate ao tráfico ilícito de estupefacientes por via marítima.

"A bordo da embarcação intercetada, que foi conduzida a território nacional e posteriormente apreendida, seguiam dezassete homens de nacionalidades estrangeiras os quais foram detidos e que, de acordo com os elementos probatórios coligidos pela investigação, integrarão uma organização criminosa de dimensão transnacional implantada em diversos países de diferentes continentes", diz o comunicado, que indica que a cocaína apreendida tinha um peso total de 1.130 quilos.

"Esta operação resulta de uma investigação iniciada recentemente pela Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes da Polícia Judiciária na sequência de troca de informações no quadro do Maritime Analysis and Operations Centre - Narcotics (MAOC-N), com sede em Lisboa", explica a PJ.

Os detidos têm idades compreendidas entre os 24 e os 63 anos e foram presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação.

A investigação prossegue a cargo da Polícia Judiciária em cooperação com as autoridades de outros países, designadamente de França e do Reino Unido.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG