GNR deteve 13 pessoas no primeiro dia do controlo das fronteiras

No total, a GNR fiscalizou 30.251 pessoas, 20.508 veículos, 17 embarcações e cinco comboios

A GNR deteve 13 pessoas e apreendeu seis armas e quatro veículos na quarta-feira, primeiro dia da operação de fiscalização e controlo nas fronteiras portuguesas no âmbito da visita do papa Francisco a Fátima.

O controlo documental nas fronteiras aéreas, marítimas e terrestres portuguesas foi reposto temporariamente às 00:00 de quarta-feira, fiscalização que termina às 00:00 de domingo, por "razões de segurança interna e ordem pública" devido à visita do papa Francisco a Fátima.

Num comunicado de balanço do primeiro dia da "operação fronteira vigiada", a Guarda Nacional Republicana (GNR) refere que, das 13 pessoas detidas, quatro foram por posse de arma proibida, duas por branqueamento de capitais, uma por falsificação de notação técnica e uma por permanência ilegal em território nacional.

As ações de controlo, fiscalização e vigilância ao longo das fronteiras resultaram ainda na apreensão de 480 mil euros em numerário, seis armas e quatro veículos, adianta a corporação.

A GNR iniciou, na quarta-feira, uma operação de controlo, fiscalização e vigilância das fronteiras terrestre, marítima e fluvial, bem como aeródromos e pistas de aterragem, com o objetivo de prevenir e evitar a entrada no país de cidadãos, veículos e meios que possam executar ou ser utilizados "em ações hostis" no âmbito da visita do papa Francisco.

No primeiro dia da operação, 969 militares de diversas valências da GNR realizaram 330 ações de fiscalização, 209 das quais em pontos de passagem da fronteira terrestre, 65 em fronteiras marítimas, 47 em aeródromos e pistas de aterragem, cinco em transportes ferroviários e quatro em fronteiras fluviais.

No total, a GNR fiscalizou 30.251 pessoas, 20.508 veículos, 17 embarcações e cinco comboios.

A GNR vai continuar, ao longo da operação, a realizar o controlo nos nove postos de passagem autorizados na fronteira terrestre, em conjunto com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, nos 63 postos de passagem dotados de infraestruturas físicas, bem como a vigiar os aeródromos e pistas de aterragem e restante fronteira terrestre, marítima e fluvial, na nossa área de responsabilidade.

O papa Francisco visita Fátima, na sexta-feira e no sábado, para canonizar os pastorinhos Francisco e Jacinta, no centenário dos acontecimentos de Fátima.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG