Papa anuncia visitas a Fátima, Índia, Bangladesh e a África em 2017

Viagem a Fátima terá duração de um dia

O papa Francisco anunciou que prevê viajar, em 2017, a Fátima (Portugal), Índia, ao Bangladesh e a África.

O anúncio foi feito no domingo à noite, em conferência de imprensa, no voo de regresso da deslocação à Geórgia e ao Azerbaijão.

Francisco mencionou a viagem, para já de um dia, a 13 de maio, a Fátima, por ocasião do centenário das aparições marianas aos pastorinhos.

Na quinta-feira, o bispo auxiliar de Lisboa, Nuno Brás, disse, em declarações à agência Ecclesia, que o papa lhe confirmara que se deslocaria a Portugal em maio de 2017, "mas a Fátima", a propósito do Centenário das Aparições.

A 17 de março, durante a primeira visita oficial como Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa convidou formalmente Francisco para uma visita a Portugal.

Durante o voo de regresso a Roma, o chefe da Igreja Católica deixou em aberto a viagem à Colômbia, país que, ressalvou, só visitará "quando o processo de paz", entre Governo e a guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, "estiver blindado" e não haja "nenhum motivo para uma marcha atrás".

Os eleitores colombianos rejeitaram no domingo, em referendo, o acordo de paz entre o Governo e as FARC, assinado há uma semana.

O acordo, para ser válido, tinha de ser ratificado em consulta popular.

O Governo colombiano admitiu, anteriormente, que não tinha um "plano B" caso o acordo de paz fosse rejeitado.

O papa não revelou que países africanos pretende visitar em 2017.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG