Olhe para o céu esta noite e nas próximas: há chuva de estrelas

A NASA estima que este ano esta chuva de estrelas possa ser mais intensa

Nas próximas noites saia à rua para ver as estrelas cadentes: as perseidas estão a atingir o seu pico de atividade máxima.

O pico acontece esta sexta-feira, infelizmente a uma hora em que estas não serão visíveis nos céus portugueses, entre as 13:00 e as 15:30, uma vez que é de dia.

Mas esta noite, a de amanhã e até as do fim de semana são as melhores para observar o fenómeno, que acontece quando a Terra atravessa uma região do espaço cheia de poeiras deixadas pela passagem do cometa cometa Swift-Tuttle.

Este ano devem ser observados cerca de 110 meteoros/hora, mas isso requere um céu escuro, explica o Observatório Astronómico de Lisboa (OAL). Este ano, a gravidade de Júpiter está a influenciar os detritos do cometa e a Terra vai atravessa uma região mais central, onde há mais material, o que pode tornar esta chuva de estrelas mais interessante, diz a NASA, que terá uma emissão em direto.

A observação nas cidades é mais difícil já que o horizonte não está desimpedido, e por causa da poluição luminosa. Além disso, há a luz da Lua.

No ano passado foi assim:

Já agora, como lembra OAL, o cometa Swift-Tuttle é periódico, passa no periélio a cada 133,28 anos e a sua próxima passagem será em agosto de 2126.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG