O guru da autoajuda que decidiu reinventar-se

James Altucher é um dos escritores mais conhecidos em Nova Iorque, participa em conferências, faz entrevistas que publica em podcast. Agora vive em casa de amigos ou em apartamentos alugados. É a sua nova vida centrada no minimalismo

Foi milionário por duas vezes. E perdeu toda a fortuna. Foi casado, tem dois filhos, vive sozinho. E agora decidiu doar todos os seus pertences - casa incluída - e partir para uma vida minimalista com um saco onde meteu as 15 coisas de que irá precisar.

James Altucher é um dos gurus da autoajuda mais conhecidos em Nova Iorque. O que escreve, o que pensa sobre determinado assunto, é escutado e discutido, por exemplo na caixa de comentários do seu blogue (www.jamesaltucher.com). Marca presença em conferências como a de dia 15 em Orlando (Florida, EUA).

Mas em abril este escritor de 48 anos (nasceu a 23 de janeiro de 1968) surpreendeu ao decidir mudar de hábitos: meteu três camisas, dois pares de meias, dois pares de sapatos, o iPad, dois pares de cuecas, três pares de calças, o portátil e quatro mil dólares (3500 euros) num saco de desporto e foi "reinventar-se". Desde essa altura vive em casa de amigos ou em apartamentos que aluga através da plataforma Airbnb. É um estilo de vida minimalista, como o próprio refere.

Altucher é difícil de definir. Na sua página colocou uma entrevista que fez a si mesmo na qual diz ter dificuldade em se descrever. "O que és? Escritor, empresário, investidor, comerciante?", questiona-se. A resposta: "Quando escrevo, sou só escravo de mim mesmo. Quando faço qualquer uma das outras coisas, sou escravo do resto do mundo."

O curioso nesta reinvenção decidida por James Altucher é que decidiu não levar consigo nada de pessoal, como recordações de viagens ou presentes. Quanto a fotos da família, só se as tiver no iPad ou no portátil, mas esse foi um ponto que não explicou ao jornal espanhol El Mundo. Só leva consigo aquilo de que precisa para o dia-a-dia. Chama-lhe pragmatismo e minimalismo.

"Muitas pessoas gostam de ter raízes, do sentimentalismo. Acho bem. Quem sou eu para as julgar?", escreveu na sua página.

"Tal como mais de metade dos norte-americanos, sou divorciado. Tenho dois filhos maravilhosos a quem quero muito. Se vivessem comigo, seguramente não poderia levar esta vida e tão-pouco o queria fazer. Mas a vida trouxe-me até aqui para me levantar", explicou.

Com a decisão de viver de forma minimalista, Altucher manteve a tendência para ir mudando de vida. O primeiro emprego depois de terminar o curso, em 1989, foi no departamento de IT da HBO, mais tarde fundou uma empresa de web design e continuou a fundar empresas que ia vendendo, já escreveu 17 livros - um deles, Choose Yourself, foi considerado pelo USA Today um dos melhores 12 livros sobre negócios de todos os tempos - e publica podcasts em que vai divulgando entrevistas que faz.

Exclusivos