Nove anos de prisão para idoso que violou família e amigos

Homem era acusado de coação sexual agravado, violação agravada, abuso sexual de crianças agravado e abuso sexual de menores dependentes agravado

Um homem de 69 anos foi condenado a nove de prisão, acusado de ter abusado sexualmente de filhos, netos e amigos. A sentença foi hoje anunciada, no Tribunal de São João Novo, no Porto. O advogado de defesa Fernando Vale referiu à Lusa que o arguido terá ainda de indemnizar em 50 mil euros uma das vítimas (um dos netos)

Em junho do ano passado, um dos netos do economista reformado denunciou os abusos e o homem acabou por ficar em prisão preventiva, depois da Polícia Judiciária ter descoberto que a situação decorria há mais de 20 anos, segundo o Jornal de Notícias.

O idoso estava acusado pelos crimes de coação sexual agravado, violação agravada, abuso sexual de crianças agravado e abuso sexual de menores dependentes agravado, cometidos desde 2010. As vítimas justificaram nunca ter denunciado a situação devido à "vergonha", escreve o Jornal de Notícias.

O julgamento, iniciado a 22 de fevereiro, decorreu à porta fechada e, na altura, o advogado explicou que o homem falou dos factos "à maneira dele", não esclarecendo se os negou ou confessou. Fernando Vale acrescentou ainda que vai ler e analisar a decisão judicial e, depois, decide se recorre.

Com Lusa

(Notícia atualizada às 18:12)

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG