Ministra da Saúde faz nesta sexta-feira ponto de situação sobre a pandemia

Ministra da Presidência e ministra da Saúde estiveram reuniram-se esta semana duas vezes com os peritos que têm participado nas reuniões do Infarmed.

A ministra da Saúde vai fazer na sexta-feira um ponto de situação sobre a pandemia de covid-19 e da presença da variante Ómicron em Portugal, anunciou esta quinta-feira a ministra da Presidência.

"A ministra da Saúde fará amanhã (sexta-feira) um ponto da situação da pandemia e da presença da variante. Remeto para amanhã os comentários a esta pandemia", disse a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, na conferência de imprensa no final do Conselho de Ministros.

Mariana Vieira da Silva acrescentou que, juntamente com a ministra da Saúde, esteve reunida ao longo desta semana duas vezes com os peritos que têm participado nas reuniões do Infarmed.

A ministra sustentou que é preciso mais informações para se poder tomar decisões, frisando que se está "perante uma nova variante sobre a qual pouco se sabe".

A governante disse ainda que o executivo "não tem qualquer problema em prolongar ou alterar as medidas adotadas a 1 de dezembro.

A covid-19 provocou pelo menos 5 328 762 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18 717 pessoas e foram contabilizados 1 211 130 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Uma nova variante, a Ómicron, classificada como "preocupante" pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 77 países de todos os continentes, incluindo Portugal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG