Mike vai lançar-se num foguetão caseiro para "provar que a Terra é plana"

Norte-americano motorista de limusines, que é cientista autodidata, quer voar até 550 metros de altura já no sábado, num foguetão que construiu com as próprias mãos

Mike Hughes, ou Mad Mike como lhe chamam - Mike louco numa tradução literal - é um homem numa missão: o motorista de limusines/cientista autodidata quer provar que a terra é plana e que a ideia de um planeta redondo não passa de uma conspiração.

O norte-americano de 61 anos propôs-se a lançar-se este sábado, 25 de novembro, num foguetão caseiro, que construiu com as próprias mãos, e voar até 550 metros de altura para fazer fotografias e trazer provas de que a Terra é plana.

No foguetão, vermelho e pintado com a inscrição "Investigação - Terra Plana" Hughes planeia fazer 1,5 quilómetros, a 805 quilómetros por hora, sobre o deserto de Mojave, na Califórnia, EUA. Vai lançar-se a partir de uma plataforma improvisada que criou de uma autocaravana e, disse à AP, esta será a primeira etapa do programa espacial que desenhou para desmontar a conspiração de que a Terra é redonda. A empreitada custou-lhe cerca de 17 mil euros, já que o único patrocinador que conseguiu arranjar foi a Sociedade para a Terra Plana, um grupo de negacionistas da ciência que acredita que o planeta tem a forma de um disco.

O projeto teve início em 2016: Mike Hughes publicou um vídeo para angariar fundos no qual explicava que não acredita que o homem tenha alguma vez ido ao espaço. Garantia que tem 40 anos de experiência com foguetões e que em 2014 tinha criado o primeiro foguetão caseiro tripulado.

No YouTube, chegou a publicar um vídeo da nave a descolar: voou cerca de 500 metros e, ao cair, precisou de ajuda para sair do aparelho. Veremos se a próxima viagem, já no próximo sábado, corre melhor.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG