Mais dois mortos e mais 275 novos casos nas últimas 24 horas

Portugal tem agora 25944 casos ativos da covid-19, menos 22 do que na segunda-feira, segundo o boletim diário da DGS. São registados 874 novos casos de infeção, mas 599 são relativos ao fim de semana.

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) indica que Portugal registou 874 novos casos de covid-19 (599 relativos ao fim de semana). O relatório desta terça-feira (6 de abril) dá também conta de mais dois mortos devido à infeção pelo novo coronavirus.

Há agora 504 doentes internados, dos quais 113 em unidades de cuidados intensivos, ou seja mais um do que na segunda-feira. No que diz respeito ao internamento são menos 32 que estão hospitalizadas.

Portugal tem, atualmente, 25944 casos ativos da doença, menos 22 do que há 24 horas.

O boletim da DGS refere ainda que há mais 894 recuperados da doença e menos 1086 pessoas em vigilância.

Os dois mortos registados são da região de Lisboa e Vale do Tejo, que continua a ter o maior número de novos infetados, no caso mais 317. A região norte é a segunda mais penalizada com 273 novos casos, seguida da região centro com 140. No Alentejo foram registados 57 novos casos e no Algarve 18.

Na segunda-feira, dia em que há sempre um decréscimo do número de novas infeções, o boletim da DGS apenas assinalava mais 159 novos casos de covid-19, muito longe dos 874 desta terça-feira. Mas o número de mortes era superior, já que se registaram 5 óbitos.

Esta atualização dos dados sobre a evolução da pandemia no nosso país surge no dia em que a vacina da AstraZeneca volta a ser notícia. Tudo porque o diretor de estratégia de vacinas da Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla em inglês), Marco Cavaleri, admitiu a existência de uma "ligação" entre a vacina da AstraZeneca e os casos de coágulos sanguíneos em pessoas que foram imunizadas com o fármaco.

As afirmações foram feitas em entrevista ao jornal italiano Il Messaggero, publicada esta terça-feira. "Agora podemos afirmar, está claro que há uma ligação com a vacina. Mas ainda não sabemos o que provoca esta reação (...) Nas próximas horas vamos declarar que existe uma ligação, mas ainda temos de perceber a razão pela qual isso acontece", disse Cavaleri.

Também esta terça-feira ficou a saber-se que a Coreia do Norte não vai participar nos Jogos Olímpicos de Tóquio, adiados para este verão, devido aos riscos de contágios da covid-19.

Numa reunião, o comité olímpico norte-coreano "decidiu não participar nos Jogos Olímpicos para proteger os atletas da crise sanitária mundial causada pela covid-19", indicou o Ministério dos Desportos de Pyongyang.

Pandemia já matou 2,86 milhões de pessoas em todo o mundo

A pandemia de covid-19 matou pelo menos 2 862 002 pessoas em todo o mundo desde que foi detetado o primeiro caso na China, em dezembro de 2019, de acordo com o balanço desta terça-feira da AFP.

Mais de 131 711 580 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados desde o início da pandemia e, embora a grande maioria dos doentes recupere, uma parte mantém os sintomas durante semanas ou até meses, indica ainda o relatório da agência de notícias francesa.

Os Estados Unidos são até hoje o país mais afetado em termos de mortes e de casos, com 555 615 mortes e 30 785 412 casos, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG