Luísa Beirão e filhos com "proteção 24 horas por dia"

Ex-modelo entrou nas urgências do São José, em Lisboa, a 30 de março, com sinais de agressão. Agora, é emitido um comunicado

Foi a 30 de março que Luísa Beirão deu entrada no Hospital de São José, vítima de agressão. Na altura, fonte hospitalar havia afirmado que a ex-modelo "não estava em bom estado".

Agora, a Elite Models, agência que representa Luísa Beirão, emite um comunicado sobre a situação.

Admitindo que a ex-apresentadora está a "recuperar das violentas agressões de que foi vítima na passada semana", agradece também o "carinho demonstrado" pelos vários contactos que recebeu, diz o Jornal de Notícias, citando o comunicado.

Embora não seja habitual comentar a sua vida pessoal, Luísa Beirão reage à situação porque "os contornos das notícias que têm vindo a público são inaceitáveis e ofensivos para si e para a sua família".

"A brutalidade do ataque que sofreu dentro da sua própria casa (...) está a ser investigada pelas entidades competentes tendo por base os exames feitos pelo departamento de medicina legal. A Luísa e os seus filhos encontram-se sob proteção 24 horas por dia para garantir a sua segurança", diz também o comunicado.

Na "única declaração que Luísa fará sobre o assunto", diz: "Todos temos o direito de seguir com a nossa vida e não é aceitável sofrer represálias por este facto. É muito triste que assim seja e tudo o que desejo é ser feliz com a minha família".

Exclusivos

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.