Urban Beach: PSD e CDS-PP da Assembleia Municipal de Lisboa requerem reuniões urgentes e extraordinárias

As autoridades encerraram esta madrugada a discoteca Urban Beach, em Lisboa, depois de um episódio de agressões a jovens, por seguranças, junto às instalações daquele estabelecimento

O PSD e o CDS-PP da Assembleia Municipal de Lisboa requereram o agendamento de reuniões urgentes e extraordinárias para debater os recentes acontecimentos de insegurança e violência noturna na capital, nomeadamente à porta da discoteca Urban Beach.

O líder de bancada do PSD da Assembleia Municipal de Lisboa, Luís Newton, solicitou à presidente deste órgão autárquico, Helena Roseta, ainda na noite de quinta-feira, o agendamento de "um debate urgente" para analisar as situações de insegurança noturna na cidade e propor a implementação de soluções que impeçam a repetição das mesmas.

"A comunidade que queremos em Lisboa não pode continuar a ser construída na indiferença do poder político e na insegurança. Estas situações não podem, nem devem, constituírem-se como fatalidades na diversão noturna", advogou Luís Newton, em comunicado.

Além de um debate na Assembleia Municipal de Lisboa, o social-democrata pediu o agendamento de "uma reunião com caráter de urgência com o presidente da Associação das Discotecas de Lisboa", de forma a analisar a situação e compreender que medidas podem ser implementadas para evitar estas e outras situações.

Neste âmbito, o presidente do grupo municipal do CDS-PP, Diogo Moura, propôs "a convocação de reunião extraordinária do Conselho Municipal de Segurança de Lisboa", defendendo que este é o fórum específico de debate desta matéria, já que o regulamento desta estrutura consultiva é da competência da Assembleia Municipal.

Na perspetiva do centrista Diogo Moura, "os episódios de grande violência em Lisboa, em particular no período noturno e junto de espaços e estabelecimentos de animação noturna, têm vindo a aumentar nos últimos anos, atingindo proporções preocupantes e causando alarme social".

"Zonas como Santos e Cais Sodré são pontos negros desta problemática, devido a atos de violência, agressões, assaltos e mortes", avançou o presidente do grupo municipal do CDS-PP, em comunicado.

As autoridades encerraram hoje de madrugada a discoteca Urban Beach, em Lisboa, depois de um episódio de agressões a jovens, por seguranças, junto às instalações daquele estabelecimento de diversão noturna, na madrugada de 01 de novembro.

O caso tornou-se público depois de ter começado a circular nas redes sociais um vídeo em que é possível ver alegados seguranças do clube noturno a agredirem violentamente dois homens, que aparentavam estar indefesos e não demonstravam resistência.

Segundo a PSP, um dos seguranças envolvidos foi detido e os restantes, já identificados, estão a ser procurados.

A procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, prometeu uma investigação rápida. O Urban Beach disse que iria colaborar com as investigações e a empresa responsável pela segurança do clube, a PSG -- Segurança Privada, S.A., afirmou que vai tomar todas as diligências para punir os responsáveis.

Ler mais

Exclusivos