Três crianças feridas em colisão de autocarros escolares

Acidente aconteceu pelas oito da manhã na localidade de Alqueidão

Uma colisão entre dois autocarros escolares provocou hoje ferimentos ligeiros em três crianças em Alqueidão, no concelho de Ourém, tendo duas delas sido transportadas ao Hospital de Leiria por precaução, informou a Proteção Civil de Santarém.

"Dos 84 passageiros, na sua quase totalidade crianças, houve a registar três feridos ligeiros, um dos quais foi assistido no local. Os outros dois jovens foram transportados ao hospital de Leiria por precaução", disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital da Proteção Civil (CDOS) de Santarém.

Segundo a mesma fonte, a "colisão entre dois autocarros escolares" ocorreu às 08:15 na localidade de Alqueidão e os bombeiros foram chamados posteriormente a uma escola, às 09:47, para transportar mais uma criança ao hospital de Leiria, uma vez que "não se sentia bem".

No local do acidente estiveram seis elementos e três viaturas da corporação de bombeiros de Ourém e a GNR.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.