Sites de promoções oferecem cirurgias low cost

Uma cirurgia estética tem custos associados para que as condições de segurança e qualidade possam ser asseguradas

"1.499 euro em vez de 4.670 euro por rinoplastia estética fechada de correção e redução. Harmonize o seu rosto!" O anúncio refere-se a uma clínica em Lisboa e estava ontem disponível num conhecido site de promoções. Trata-se de um desconto de 68% numa cirurgia de correção de deformidades no nariz.
É comum surgirem promoções nas cirurgias estéticas, sobretudo nas mamoplastias de aumento. Mas é preciso ter atenção a quem vai realizar a intervenção e em que condições. Em alguns casos, os baixos preços praticados podem ser um indício de que os procedimentos são efetuados sem o devido controlo médico.

"Se as pessoas que não têm os conhecimentos de um cirurgião plástico praticassem os mesmos preços, as pessoas escolheriam os médicos qualificados", afirma Celso Cruzeiro presidente da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética (SPCPRE).

O problema dos atos feitos por não médicos ou por clínicos de outras especialidades não é exclusivo de Portugal. Na América Latina, por exemplo, é ainda mais grave. "Há pessoas que injetaram óleo de coco na face e silicone das casas nos seios", recorda Celso Cruzeiro. No âmbito do Congresso Ibérico de Cirurgia Plástica, a SPCPRE quer alertar a população para que se certifique da formação da pessoa que vai realizar os procedimentos: "Isto não é inócuo. Pode dar problemas. É importante que as pessoas vejam bem aquilo que escolhem."

Exclusivos

Premium

Leonídio Paulo Ferreira

Nuclear: quem tem, quem deixou de ter e quem quer

Guerrilha comunista na Grécia, bloqueio soviético de Berlim Ocidental ou Guerra da Coreia são alguns dos acontecimentos possíveis para datar o início da Guerra Fria, que alguns até fazem remontar à partilha da Europa em esferas de influência por Churchill e Estaline ainda o nazismo não tinha sido derrotado. Mas talvez 29 de agosto de 1949, faz agora 70 anos, seja a melhor opção, afinal nesse dia a União Soviética fez explodir a sua primeira bomba atómica e o monopólio da arma pelos Estados Unidos desapareceu. Sim, foi o teste em Semipalatinsk que estabeleceu o tal equilíbrio do terror, primeiro atómico e depois nuclear, que obrigou as duas superpotências a desistirem de uma Guerra Quente.