Seguranças do Urban em prisão preventiva passam para domiciliária

Dois homens estão acusados de homicídio na forma tentada. Medida de coação foi revista

Os dois seguranças do Urban Beach que ficaram em prisão preventiva vão passar para prisão domiciliária, avança a TVI. A medida de coação foi revista pelo Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa e será apenas necessário agora que a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais instale o equipamento para a vigilância eletrónica.

Os dois seguranças estão acusados de homicídio na forma tentada. Trata-se de Pedro Inverno e David Jardim, os dois seguranças da discoteca que são vistos em vídeo a agredir com violência os jovens Magnusson Brandão, de 26 anos, e o amigo deste, André Reis, na madrugada de 1 de novembro

O Tribunal de Instrução Criminal decretara a prisão preventiva para dois seguranças da discoteca Urban Beach, indiciados de tentativa de homicídio, enquanto um terceiro segurança saiu em liberdade, tendo-lhe sido imputado o crime de ofensa à integridade física.

Ler mais

Exclusivos