Professora com cancro agredida por duas alunas na escola

A professora, doente oncológica, de Braga, tem 55 anos e ainda está hospitalizada

Uma professora com 55 anos, da escola EB 2,3 de Nogueira, em Braga, foi insultada e agredida por duas alunas, de 15 e 16 anos, no final de uma aula de Educação Tecnológica, pelas 13.20 horas de ontem, conta o Jornal de Notícias.

A docente ainda se encontra no hospital, devido à gravidade das agressões: a estudante mais velha acabou mesmo por arrancar cabelo da professora ao empurrar-lhe a cabeça contra a parede. Uma fonte hospitalar garantiu ao jornal que a vítima se encontra "sem ferimentos graves".

Desconhecem-se ainda as causas do incidente.

A escola já avançou com um processo disciplinar à aluna mais velha. As medidas aplicadas à mais nova, que apenas insultou a vítima, ainda não foram reveladas.

Os bombeiros sapadores de Braga encontraram a professora, doente oncológica, numa outra sala do edifício a chorar e a PSP, que já identificou as duas estudantes, afirma que se trata de um crime público. O expediente da aluna de 16 anos - que já tem registo de outros incidentes - será encaminhado para o Tribunal da Comarca. A rapariga de 15 anos, para além do expediente, terá informação titular e educativa sobre a mesma remetida para o Tribunal de Família e Menores.

Exclusivos