Piscina de Penha de França custou 775 mil euros e continua fechada

Diferente entre entidades envolvidas na obra e na exploração do espaço na base do diferendo que atrasou a abertura de portas. Devia ter aberto em outubro de 2016.

A Piscina da Penha de França, em Lisboa, devia ter aberto em outubro do ano passado, mas ao fim de quase seis meses as portas continuam fechadas. Espaço está fechado há cinco anos.

Em 2013 Câmara de Lisboa, a Junta de Freguesia da Penha de França e a Associação Centro Cultural e Desportivo Estrelas S. João de Brito assinaram um contrato-programa de Desenvolvimento Desportivo relativo à Piscina Municipal da Penha de França.

A autarquia patrocinou o projeto com 775 mil euros e entregou a requalificação da Piscina Municipal da Penha de França ao clube Estrelas S. João de Brito, mas de 2013 até agora muita coisa mudou e as várias partes envolvidas não se entendem sobre quem paga o quê.

A demora na abertura da piscina levou muitos dos inscritos a questionar o clube e a junta depois de ter sido afixado no local um aviso sem data para abertura de portas.

A junta de freguesia fez um esclarecimento, no final de março, sobre o assunto. "E em janeiro de 2017, a Junta toma conhecimento da existência de vários defeitos na obra que impedem a sua inauguração, entre eles infiltrações na cuba da piscina. Tornou-se, assim, evidente que o clube não assegurou uma adequada fiscalização da obra, tarefa que o contrato-programa lhe atribuiu", pode ler-se no comunicado publicado no Facebook.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.