Piscina bane mulheres que estejam com o período na Geórgia

Estabelecimento está a ser acusado de sexismo pelos internautas

Um ginásio em Tbilisi, na Geórgia, proibiu o uso da piscina às mulheres durante a menstruação, alegando o receio de "contaminação" da água. O estabelecimento está, por isso, a ser acusado de sexismo, depois de a situação ter sido denunciada no Facebook.

"Caras senhoras! Não frequentem a piscina durante o período", anuncia o cartaz colocado nos balneários femininos do ginásio do leste europeu.

"Consegue sequer perceber o quão ofensivo isto é?", reage Sophie Tabatadze, na referida rede social. "E já agora, uma vez que, de acordo com as novas regras não estamos autorizadas a usar a piscina 5 a 6 dias cada mês, recebemos um preço preferencial relativamente ao dos homens?", questiona.

De acordo com o The Independent, em resposta a estas acusações, o ginásio em causa explicou que está a "proteger" os seus membros, na sequência de um incidente que levou à "contaminação" da piscina com sangue menstrual.

Ler mais

Exclusivos