Papa abençoa militares que vão pedalar do Vaticano a Fátima

Militares portugueses vão percorrer cerca de 2500 quilómetros de bicicleta

O papa Francisco saudou esta quarta-feira os "ciclistas militares e civis" portugueses que vão do Vaticano a Fátima de bicicleta, para acompanhar as cerimónias do centenário das aparições.

"Obrigado pela vossa presença e sobretudo pelas vossas orações", disse o papa Francisco na Praça de São Pedro, citado pela Ecclesia. "À Virgem Maria confio os vossos passos ao serviço do crescimento dos nossos irmãos e irmãs. Sobre vós e vossas famílias desça a Bênção do Senhor", continuou.

Na peregrinação de cerca de 2500 quilómetros vão participar 10 militares da Brigada de Reação Rápida.

O grupo está em Roma, onde se encontrou com o papa. Estavam também presentes no encontro o bispo da diocese das Forças Armadas e de Segurança, Manuel Linda, e o comandante da Brigada de Reação Rápida do Exército Português, o general Carlos Alberto Perestrelo.

Os militares vão partir de Roma a 26 de abril e chegam a Fátima a 12 de maio, no mesmo dia que o papa Francisco. Na Cova da Iria, o grupo vai voltar a ser recebido por Francisco.

O papa Francisco vai presidir ao Centenário das Aparições em Fátima a 13 de Maio. Nesta mesma data, ocorre a canonização dos beatos Francisco e Jacinta.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.