Cães confortam sobreviventes do atentado de Orlando

Os cães-conforto andam a visitar os sobreviventes do atentado de Orlando

Os melhores amigos do homem jamais o abandonarão. Nos melhores e piores momentos, estes companheiros de quatro patas são essenciais ao bem-estar dos seus donos... e de todos aqueles que os rodeiam.

Uma matilha de doze cães está a visitar Orlando, para que os sobreviventes do tiroteio no bar "Pulse" possam aproveitar o seu carinho.

Os animais integram o LCC K-9 Comfort Dogs, um grupo fundado em 2008 sob a alçada das instituições de caridade da Igreja Luterana de Chicago.

Os cães que agora vão prestar auxílio àqueles abalados pelo atentado deste fim de semana já estiveram presentes em outras tragédias como o tiroteio de Sandy Hook e o ataque bombista na Maratona de Boston, recorda a Time.

O ataque de Orlando provocou 49 mortos e 53 feridos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João César das Neves

Donos de Portugal

A recente polémica dos salários dos professores revela muito do nosso carácter político e cultural. A OCDE, no habitual "Education at a Glance", apresenta comparações de indicadores escolares, incluindo a remuneração dos docentes. O estudo é reservado, mas a sua base de dados é pública e inclui dados espantosos, que o professor Daniel Bessa resumiu no Expresso de dia 15: "Com um salário que é cerca de 40% do finlandês, 45% do francês, 50% do italiano e 60% do espanhol, o português médio paga de impostos tanto como os cidadãos destes países (a taxas de tributação que, portanto, se aproximam do dobro) para que os salários dos seus professores sejam iguais aos praticados nestes países."