Ondas de azul elétrico surpreendem Califórnia

A maré vermelha dá lugar a ondas de azul elétrico que surgem ao anoitecer. Saiba tudo sobre este fenómeno que está a iluminar San Diego

A costa da Califórnia está neste momento a dar que falar. Uma deslumbrante onda de azul elétrico surpreendeu, ao anoitecer, a praia de San Diego, na Califórnia, e encheu o mar de um tom de azul raras vezes visto.

O que motivou tal fenómeno natural? O plâncton, conjunto de organismos que não têm movimentos suficientes para contrariar as correntes, apesar de muitos terem movimentos, e que, por isso, vivem em suspensão sobre a água.

Estes organismos tornam a água vermelha, mas irradiam um brilho azulado quando as algas são perturbadas por movimentos, como as ondas ao bater na costa. Ao anoitecer essa reação torna-se visível, e o mar ganha um novo tom néon de azul.

Os fenómenos das luzes bioluminescentes não são raros, mas a última maré vermelha em San Diego aconteceu em 2013.

Veja algumas imagens dos brilhos azuis que enchem o mar da Califórnia.

Exclusivos

Premium

Betinho

"NBA? Havia campos que tinham baldes para os jogadores vomitarem"

Nasceu em Cabo Verde (a 2 de maio de 1985), país que deixou aos 16 anos para jogar basquetebol no Barreirense. O talento levou-o até bem perto da NBA, mas foi em Espanha, Andorra e Itália que fez carreira antes de regressar ao Benfica para "festejar no fim". Internacional português desde os Sub-20, disse adeus há seleção há apenas uns meses, para se concentrar na carreira. Tem 34 anos e quer jogar mais três ou quatro ao mais alto nível.