Ninguém escuta mais. WhatsApp encripta todas as mensagens

Sistema de comunicação por texto utilizado por mil milhões de pessoas é agora mais seguro

O WhatsApp, o serviço de mensagens instantâneas mais utilizado no mundo, anunciou esta terça-feira que integrou o serviço de encriptação de conteúdos para todos os seus utilizadores.

Quer isto dizer que as comunicações dos mais de mil milhões de subscritores do serviço, mesmo que sejam intercetadas, só poderão ser lidas pelo destinatário.

A empresa, propriedade do Facebook, tinha começado a testar um sistema de criptografia das mensagens de texto, após parceria com a empresa especializada Open Whisper Systems. Fruto do trabalho destes últimos meses é a expansão do sistema a todos os utilizadores hoje anunciada.

Segundo a Open Whisper, todas as mensagens enviadas em qualquer plataforma do WhatsApp - via web ou nas apps Android, iPhone, Windows Phone, Nokia S40, Nokia S60, Blackberry e BB10 - são codificadas na fonte e descodificadas apenas pelo recetor. Nem a própria WhatsApp consegue lê-las, se quisesse, garante a empresa.

O WhatsApp não é o primeiro serviço de mensagens instantâneas a garantir a segurança das suas comunicações, mas é sem dúvida o maior. Outro muito utilizado é o Telegram, que já sofreu críticas por ser, alegadamente, utilizado por grupos como o Estado Islâmico.

Exclusivos