Metro do Porto adota novos horários na segunda-feira

Metro vai passar ao horário de verão para atender melhor aos visitantes

O Metro do Porto vai alterar os horários de circulação a partir da próxima segunda-feira, dia 16, adotando um horário de verão. "A oferta estará ajustada às tendências da procura durante o período de férias", explica o Metro do Porto.

"As principais mudanças passam pelo aumento da capacidade nas linhas Azul (A), Vermelha (B) e Violeta (E), que nesta altura atraem um maior número de clientes", continua o Metro, num comunicado. Diminui assim o tempo médio de espera nestas linhas e aumenta a frequência das composições.

As alterações mantêm-se durante os próximos dois meses e a 10 de setembro será retomado o horário habitual.

Segundo a empresa, é necessário reforçar a oferta pois regista-se um aumento da procura temporário, "para destinos de praia (linhas A e B) e para o Aeroporto (Linha E)".

"Em média, em julho e agosto, a linha Azul transporta mais de 500 mil pessoas, a linha Vermelha aproxima-se das 400 mil e a linha Violeta fica perto dos 170 mil passageiros, em cada um dos meses", descreve o comunicado.

Os novos horários do Metro do Porto podem ser consultados aqui.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Henrique Burnay

Falem do futuro

O euro, o Erasmus, a paz. De cada vez que alguém quer defender a importância da Europa, aparece esta trilogia. Poder atravessar a fronteira sem trocar de moeda, ter a oportunidade de passar seis meses a estudar no estrangeiro (há muito que já não é só na União Europeia) e - para os que ainda se lembram de que houve guerras - a memória de que vivemos o mais longo período sem conflitos no continente europeu. Normalmente dizem isto e esperam que seja suficiente para que a plateia reconheça a maravilha da construção europeia e, caso não esteja já convertida, se renda ao projeto europeu. Se estes argumentos não chegam, conforme o país, invocam os fundos europeus e as autoestradas, a expansão do mercado interno ou a democracia. E pronto, já está.