Laranjeiras tem novo parque de estacionamento

O parque tem capacidade para 52 carros e terá um custo de 0,80 euros por hora

A zona das Laranjeiras, na freguesia de São Domingos de Benfica, em Lisboa, conta com mais 52 lugares de estacionamento a partir desta quarta-feira, num investimento municipal de 98 mil euros.

O parque de estacionamento, localizado na Estrada de Benfica, debaixo do viaduto da Avenida Lusíada, terá capacidade para 52 viaturas em regime rotativo e está localizado em zona de tarifa verde (0,80 euros por hora).

A obra, que ficou a cargo da Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL), teve a duração de um mês e um custo de 98 mil euros.

Na abertura, o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, explicou que o parque irá servir "todas as pessoas que circulam nesta zona", especialmente quem se dirige à Loja do Cidadão das Laranjeiras.

"Esta era uma zona muito congestionada, com muitas dificuldades de estacionamento, e que estava mal tratada do ponto de vista urbano", afirmou Fernando Medina.

Segundo o presidente do executivo municipal, esta foi uma "solução simples e rápida" de criar lugares de estacionamento, contribuindo para os sete mil novos lugares anunciados pela Câmara Municipal no final de outubro, entre parques dissuasores e de utilização geral.

Medina observou, também, que as freguesias de São Domingos de Benfica e Lumiar merecem uma "atenção especial", devido à pressão do "estacionamento desorganizado junto às bocas de metro".

Assim, Fernando Medina prevê para esta zona a criação de mais "algumas centenas de lugares", entre "parques de rotação ou parques dissuasores, articulados com a rede da Carris e a rede de Metro".

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.