Dezenas de feridos no Centro Hospitalar Tondela-Viseu

Plano de contingência interno da unidade foi ativado

O presidente do Centro Hospitalar Tondela-Viseu disse hoje que foi ativado o plano de contingência interno desta unidade, que "garante uma disponibilidade de meios acrescida" depois de terem ali chegado dezenas de feridos.

"A nossa prioridade é tratar dos doentes com doenças respiratórias agravadas pelo fumo, os incidentes resultantes do combate ao fogo e as queimaduras. Só ontem (domingo) transferimos de Tondela para Viseu 12 doentes", informou Cílio Correia.

À agência Lusa disse ainda que para já não estão contabilizadas as vítimas mortais. No entanto, adiantou que são já "várias as dezenas de feridos".

"Já estive em contacto com o secretário de Estado [da Saúde], que está a mobilizar meios no sentido de podermos fazer transferências de doentes para outras unidades de queimados. Os helicópteros também não conseguem levantar voo por causa do teto baixo, mas estamos a fazer tudo o que é possível", concluiu.

Ler mais

Exclusivos