Homem morto por avioneta na praia era sargento da Força Aérea

Homem de 56 anos estava na reserva da Força Aérea. Morreu quando a avioneta efetuou uma aterragem de emergência

O homem que morreu colhido por uma avioneta na quarta-feira na praia de São João, na Costa de Caparica, era sargento da Força Aérea. José Lima, de 56 anos, estava em situação de reserva.

No Facebook, vários amigos de José Lima prestaram a última homenagem e houve até quem falasse na "ironia do destino".

"Ironia do destino... Sargento da Força Aérea, a gozar no seu pleno direito a reserva que tanto ambicionou, junto daqueles que sempre quis estar, na sua praia, à beira mar... é atropelado por uma aeronave!!!", escreveu um amigo de José Lima no Facebook, segundo o Jornal de Notícias.

Lima era natural de Viseu e vivia em Almada. A família dispensou as cerimónias fúnebres militares.

A outra vítima mortal deste incidente é uma menina de oito anos.

A aeronave realizava um voo de treino que saiu de Cascais e tinha com destino Évora, tendo entrado em contacto com uma torre de controlo reportando problemas.

As causas técnicas e as circunstâncias deste incidente serão investigadas pelo Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários.

Ler mais

Exclusivos