Explosão faz seis feridos e provoca incêndio num prédio de Alfama

ATUALIZADA Detonação sentida esta tarde. Dois dos feridos estão em estado grave

Uma explosão deu-se esta tarde, depois das 19:00, num prédio da Rua dos Remédios, no bairro histórico de Alfama, em Lisboa.

Segundo confirmou ao DN uma fonte do Regimento Sapadores de Bombeiros de Lisboa, a explosão deu origem a um incêndio que está neste momento a ser combatido. No local estiveram dez viaturas e "vários homens." Neste momento, o incêndio já foi extinto.

A explosão no prédio de quatro andares provocou seis feridos, dois deles graves, disse o vereador responsável pelo pelouro da segurança e proteção civil da Câmara de Lisboa, Carlos Castro. Os feridos estavam todos dentro do edifício e, segundo o vereador, alguns são estrangeiros. A explosão fez também sete desalojados, havendo o perigo de a fachada do prédio ruir, disse Carlos Castro aos jornalistas no local, pouco depois das 21:00.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Viriato Soromenho Marques

Quem ameaça a União Europeia?

Em 2017, os gastos com a defesa nos países da União Europeia tiveram um aumento superior a 3% relativamente ao ano anterior. Mesmo em 2016, os gastos militares da UE totalizaram 200 mil milhões de euros (1,3% do PIB, ou o dobro do investimento em proteção ambiental). Em termos comparativos, e deixando de lado os EUA - que são de um outro planeta em matéria de defesa (o gasto dos EUA é superior à soma da despesa dos sete países que se lhe seguem) -, a despesa da UE em 2016 foi superior à da China (189 mil milhões de euros) e mais de três vezes a despesa da Rússia (60 mil milhões, valor, aliás, que em 2017 caiu 20%). O que significa então todo este alarido com a necessidade de aumentar o esforço na defesa europeia?