Estudante que "não precisa de livros" gastou bolsa em viagem à Tailândia

O norte-americano decidiu levar a namorada à Tailândia com a bolsa que recebeu para estudar cinema

Brandon Lerry tornou-se numa pequena celebridade no Facebook e no Twitter após ter publicado um vídeo que se tornou viral. O estudante universitário afirma ter recebido uma bolsa de estudo para comprar material escolar, que decidiu gastar numas férias à Tailândia. O vídeo, publicado na semana passada, contém imagens impressionantes das paisagens tailandesas e foi partilhado quase 120 mil vezes no Facebook. Mas nem toda a atenção que receberam foi positiva, com alguns a criticarem a escolha do jovem.

"Olá, chamo-me Brandon e a minha universidade deu-me 2500 dólares [cerca de 2200 euros] em ajuda financeira para comprar livros e material escolar", começa por contar o estudante. "E a minha namorada nunca saiu do país, e eu sei onde ela sempre quis ir. Decidi fazer uma coisa diferente com a minha bolsa." Lerry argumenta mais tarde em publicações de Facebook que, sendo estudante de cinema, não tem necessidade de muitos livros.

Seguem-se imagens deslumbrantes da paisagem da Tailândia, filmadas com recurso a um drone e GoPro, incluindo em estâncias turísticas de luxo. O vídeo não tardou a atrair críticas daqueles que se queixavam acerca do assumido uso do dinheiro da bolsa, obtida através de uma universidade pública californiana de acordo com o jornal El País, para fazer umas férias de luxo. Muitos comentaram na página de Facebook do casal, chamada OurVisualEscape, a insultar o casal e a dizer mesmo que o governo dos Estados Unidos devia intervir para pedir de volta o dinheiro da bolsa recebido pelo universitário.

Ainda nenhum meio de comunicação social confirmou junto da universidade californiana de Santa Monica, onde, segundo o El País, o jovem estuda, se Brandon Lerry é estudante e recebeu efetivamente uma bolsa de estudo. Numa publicação no Instagram para se defenderem dos seus críticos, Lerry e a namorada escrevem que o dinheiro da bolsa foi usado para comprar os bilhetes de avião, mas que para o resto da viagem usaram dinheiro que tinham poupado. Escrevem ainda que ficaram nas estâncias de luxo gratuitamente em troca da realização de vídeos promocionais para as estâncias.

Afirmam que Lerry é estudante de cinema e ainda conduz na Uber e tem um estágio em part-time. É possível confirmar, no entanto, que Brandon Lerry tem a sua própria empresa de fotografia e filmes, a Brandon Lerry Productions, que grava casamentos e estâncias luxuosas, nomeadamente na Tailândia.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Brexit

"Não penso que Theresa May seja uma mulher muito confiável"

O diretor do gabinete em Bruxelas do think tank Open Europe afirma ao DN que a União Europeia não deve fechar a porta das negociações com o Reino Unido, mas considera que, para tal, Theresa May precisa de ser "mais clara". Vê a possibilidade de travar o Brexit como algo muito remoto, de "hipóteses muito reduzidas", dependente de muitos fatores difíceis de conjugar.