Esta é a mais antiga mensagem numa garrafa já descoberta

Encontrada há um ano, foi agora reconhecida pelo Guinness.

Tem 108 anos e 138 dias a mensagem numa garrafa mais antiga alguma vez encontrada, segundo o Livro dos Recordes do Guinness. O reconhecimento só agora foi oficializado, um ano depois de a garrafa ter sido encontrada em Amrum, uma ilha da Alemanha.

A garrafa foi lançada ao mar pelo biólogo marinho George Parker Bidder a 30 de novembro de 1906. Foi apenas uma das mais de mil que largou à água entre 1904 e 1906 numa tentativa de estudar as correntes do oceano.

Dentro da garrafa estava um postal com uma mensagem escrita em inglês, alemão e holandês a pedir a quem a encontrasse que o devolvesse à Associação de Biologia Marinha de Plymouth, Inglaterra, devidamente preenchido com a data e o local onde isso se dera.

Quem a encontrou, Marianne Winkler, uma antiga funcionária dos correios de Amrum, obedeceu ao pedido. E assim, a associação voltou a ter notícias das garrafas de Bidder, que foi presidente do organismo entre 1939 e 1945. Há já alguns anos que nenhum postal era devolvido.

Como prometido no postal, a associação ofereceu uma recompensa de um xelim (moeda que já não circula em Inglaterra há mais de 40 anos. Para isso, teve de ir ao eBay comprar um.

Anteriormente, o recorde do Guinness de mensagem numa garrafa mais antiga pertencia a uma encontrada por um pescador na Escócia. Passou 99 anos e 43 dias no mar e foi lançada com um objetivo semelhante: analisar as correntes oceânicas.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Brexit

"Não penso que Theresa May seja uma mulher muito confiável"

O diretor do gabinete em Bruxelas do think tank Open Europe afirma ao DN que a União Europeia não deve fechar a porta das negociações com o Reino Unido, mas considera que, para tal, Theresa May precisa de ser "mais clara". Vê a possibilidade de travar o Brexit como algo muito remoto, de "hipóteses muito reduzidas", dependente de muitos fatores difíceis de conjugar.