Clube português vandalizado: "Morte aos portugueses. Viva a FN"

A cidade e a Frente Nacional vão apresentar queixa

A sede do Clube Português de Brie-Comte-Robert, a sudeste de Paris, foi vandalizada na noite de terça para quarta-feira. Na fachada do clube e de associação de solidariedade social, a Restos, foram escritas as frases "Morte aos portugueses", "Morte aos estrangeiros" e aos "ciganos" e ainda "Viva a FN [Frente Nacional]".

As inscrições, pintadas a encarnado e acompanhadas pela cruz suástica, foram escondidas logo na quarta-feira, já que as autoridades locais mandaram pintar a fachada. Apesar de o clube português não tencionar apresentar queixa, a própria cidade optou por fazê-lo.

O nome do representante local da Frente Nacional, Morgann Vanacker?, também estava escrito na parede, mas Vanacker nega que os ativistas do partido sejam responsáveis pelas inscrições. "Vou fazer queixa porque os autores estão a envolver o nosso partido, a persegui-lo. Mas eles estão completamente enganados, não somos racistas", firmou, citado pelo Le Parisien.

A Frente Nacional, de Marine Le Pen, venceu primeira volta das eleições regionais francesas.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).