Clube português vandalizado: "Morte aos portugueses. Viva a FN"

A cidade e a Frente Nacional vão apresentar queixa

A sede do Clube Português de Brie-Comte-Robert, a sudeste de Paris, foi vandalizada na noite de terça para quarta-feira. Na fachada do clube e de associação de solidariedade social, a Restos, foram escritas as frases "Morte aos portugueses", "Morte aos estrangeiros" e aos "ciganos" e ainda "Viva a FN [Frente Nacional]".

As inscrições, pintadas a encarnado e acompanhadas pela cruz suástica, foram escondidas logo na quarta-feira, já que as autoridades locais mandaram pintar a fachada. Apesar de o clube português não tencionar apresentar queixa, a própria cidade optou por fazê-lo.

O nome do representante local da Frente Nacional, Morgann Vanacker?, também estava escrito na parede, mas Vanacker nega que os ativistas do partido sejam responsáveis pelas inscrições. "Vou fazer queixa porque os autores estão a envolver o nosso partido, a persegui-lo. Mas eles estão completamente enganados, não somos racistas", firmou, citado pelo Le Parisien.

A Frente Nacional, de Marine Le Pen, venceu primeira volta das eleições regionais francesas.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Crespo

No PSD não há inocentes

Há coisas na vida que custam a ultrapassar. A morte de alguém que nos é querido. Uma separação que nos parece contranatura. Ou uma adição que nos atirou ao charco e da qual demoramos a recuperar. Ao PSD parece terem acontecido as três coisas em simultâneo: a morte - prematura para os sociais democratas - de um governo, imposta pela esquerda; a separação forçada de Pedro Passos Coelho; e uma adição pelo poder que dá a pior das ressacas em política.