45 concelhos de 12 distritos do país em risco muito elevado de incêndio

O IPMA prevê para hoje em Portugal continental períodos de céu muito nublado, com ocorrência de aguaceiros fracos e pouco frequentes, mais prováveis no litoral

Cerca de 45 concelhos de 12 distritos de Portugal Continental estão hoje com risco muito elevado de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Segundo a informação publicada no site do IPMA, estão sob este alerta os concelhos de Torre de Moncorvo, Mogadouro, Freixo de Espada à Cinta, no distrito de Bragança, e Penamacor e Covilhã, no distrito de Castelo Branco.

No distrito da Guarda, estão com risco muito elevado de incêndio os concelhos de Vila Nova de Foz Côa, Figueira de Castelo Rodrigo, Pinhel, Guarda, Sabugal, e no distrito do Porto estão os concelhos de Valongo, Penafiel e Marco de Canaveses.

Vários concelhos de Viseu também apresentam este nível de alerta, nomeadamente Cinfães, São Pedro do Sul, Castro de Aire, Vouzela, Mortágua, Oliveira de Frades, Tondela, assim como no distrito de Aveiro estão os concelhos de Castelo de Paiva, Arouca, Vale de Cambra, Sever do Vouga e Águeda.

O IPMA colocou também com risco muito elevado de incêndios os concelhos de Penacova, Vila Nova de Poiares, Mirando do Corvo, Penela, Lousã, Góis, no distrito de Coimbra, e Vila Velha de Rodão, Oleiros, Sertã, Vila de Rei, no distrito de Castelo Branco.

Com o mesmo alerta estão os concelhos de Alvaiázere, Figueiró dos Vinhos, Castanheira de Pera (Leiria), Abrantes, Mação, Abrantes, Ferreira do Zêzere (Santarém), Nisa, Marvão, Gavião (Portalegre) e Alcoutim (Faro).

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou ainda em risco 'elevado' de incêndio vários concelhos de quase todos os distritos do continente.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o 'reduzido' e o 'máximo'.

O IPMA prevê para hoje em Portugal continental períodos de céu muito nublado, com ocorrência de aguaceiros fracos e pouco frequentes, mais prováveis no litoral.

O vento soprará fraco a moderado (até 25 km/h) do quadrante sul, soprando moderado a forte (25 a 40 km/h) nas terras altas.

Prevê-se ainda uma pequena descida da temperatura máxima e neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais.

Para os Açores, estão previstos períodos de céu muito nublado com abertas e possibilidade de aguaceiros fracos.

Na Madeira, as previsões apontam para céu muito nublado, com a possibilidade de aguaceiros fracos, e vento em geral fraco, predominando de noroeste.

As temperaturas máximas previstas para hoje são de 21 graus centígrados em Lisboa, 22 em Faro, 23 no Porto e no Funchal e 21 em Ponta Delgada.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

As vidas atrás dos espelhos

Mais do que qualquer apetite científico ou do que qualquer desejo de mergulho académico, o prazer dos documentários biográficos vai-me servindo sobretudo para aconchegar a curiosidade e a vontade de descobrir novos pormenores sobre os visados, até para poder ligar pontas que, antes dessas abordagens, pareciam soltas e desligadas. No domínio das artes, essas motivações crescem exponencialmente, até por permitirem descobrir, nas vidas, circunstâncias e contextos que ganham reflexo nas obras. Como estas coisas valem mais quando vão aparecendo naturalmente, acontecem-me por revoadas. A presente pôs-me a ver três poderosos documentos sobre gente do cinema, em que nem sempre o "valor facial" retrata o real.

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.

Premium

Rui Pedro Tendinha

O João. Outra vez, o João Salaviza...

Foi neste fim de semana. Um fim de semana em que o cinema português foi notícia e ninguém reparou. Entre ex-presidentes de futebol a serem presos e desmentidos de fake news, parece que a vitória de Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos, de Renée Nader Messora e João Salaviza, no Festival do Rio, e o anúncio da nomeação de Diamantino, de Daniel Schmidt e Gabriel Abrantes, nos European Film Awards, não deixou o espaço mediático curioso.