Centenas de milhares de caranguejos enchem as águas da Austrália

Crustáceos reúnem-se para garantir proteção contra predadores

Várias centenas de milhares de caranguejos-aranha, caracterizados pelas suas pernas muitas longas e finas, reuniram-se nas águas da Baía de Port Phillip, em Melbourne, no estado australiano de Vitória.

Sherre Marris, cientista dedicada à exploração da vida aquática, filmou o gigante grupo de crustáceos para sensibilizar os australianos (e não só) para a diversidade de formas de vida que as águas do sul do país alojam.

Todos os anos, enormes quantidades de caranguejos migram para as águas a sul da Austrália à medida que as temperaturas do oceano caem. O comportamento, que ainda não está cientificamente explicado, pode ser justificado, segundo os investigadores, pela vulnerabilidade que estes animais enfrentam quando mudam de carapaça. Ao se libertarem da sua "armadura" mais rígida, ficam mais expostos a eventuais ataques de predadores, reunindo-se aos milhares como meio de proteção.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.