Desmentida queda de Avião Canadair

INEM está a caminho do local. EFE diz que avião é português

Não se confirmou a querda do avião Canadair de combate aos incêndios, que operava no fogo de Pedrógão Grande, caiu esta terça-feira à tarde, disse à agência Lusa fonte da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

O Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF) indicou à Lusa que foi informado da queda de uma aeronave na zona de Pedrógão Grande, durante esta tarde, acrescentado que uma equipa deste organismo iria deslocar-se para o local para, em conjunto com a Proteção Civil, proceder às operações.

Enquanto as primeiras informações indicavam que o avião era espanhol, o El País, citando a EFE, escreveu que o avião era português.

A Força Aérea espanhola cedo confirmou que o avião que supostamente tinha caído não era espanhol.

Uma dezena de veículos dos bombeiros concentraram-se junto de um posto de combustível, na localidade de Picha, em Pedrógão Grande, a alguns metros de onde alegadamente havia caído esta tarde o avião Canadair de combate ao fogo.

No local, elementos da Guarda Nacional Republicana (GNR) ordenaram a saída dos jornalistas.

A informação da queda foi mais tarde desmentida pela Autoridade Nacional da Proteção Civil e pelo secretário de Estado Jorge Gomes.

O Comandante operacional da Proteção Civil, Vaz Pinto, negou que tivesse caído alguma aeronave nas operações de combate aos incêndios que estivesse ao serviço da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

"Não tenho conhecimento de nenhuma aeronave ao serviço da Proteção Civil que tenha caído", disse Vítor Vaz Pinto no briefing aos jornalistas ao final da tarde em Avelar, Ansião.

O secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, desmentiu também, em Góis, a queda de qualquer avião de combate a incêndios ao serviço da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

"Não houve nenhum acidente ou incidente com qualquer meio aéreo", disse o governante pouco depois das 19:00 num briefing no posto de comando instalado na Selada do Braçal, no concelho de Góis, distrito de Coimbra.

Notícia atualizada às 21:00 após as informações prestadas pela Autoridade Nacional da Proteção Civil

Relacionadas

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Sociedade
Pub
Pub