ASAE apreendeu marfim e carapaças de tartaruga à venda na net

Quatro pessoas foram constituídas arguidas por tentarem vendê-las na Internet sem os certificados legais obrigatórios

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu hoje dentes de marfim e carapaças de tartaruga no valor de 14 mil euros em resultado de uma investigação ao comércio na Internet de peças de espécies protegidas.

As ações de fiscalização aconteceram em Lisboa, Almada e Porto e foram apreendidos três dentes de marfim de elefante, com pesos entre os 08 e 10 quilos e 170 centímetros, e duas carapaças de tartaruga raiada e castanha, espécies protegidas por uma convenção internacional para proteger animais selvagens ameaçados de extinção.

Quatro pessoas foram constituídas arguidas por tentarem vendê-las na Internet sem os certificados legais obrigatórios, por valores que, no total, atingiam 14 mil euros.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

"Gilets jaunes": se querem a globalização, alguma coisa tem de ser feita

Há muito que existe um problema no mundo ocidental que precisa de uma solução. A globalização e o desenvolvimento dos mercados internacionais trazem benefícios, mas esses benefícios tendem a ser distribuídos de forma desigual. Trata-se de um problema bem identificado, com soluções conhecidas, faltando apenas a vontade política para o enfrentar. Essa vontade está em franco desenvolvimento e esperemos que os recentes acontecimentos em França sejam mais uma contribuição importante.