Será hoje o dia mais triste do ano?

Uma "fórmula científica" revelou que hoje é o dia mais triste do ano, mas muitos duvidam da veracidade desta descoberta

DN
© Reuters Yuriko Nakao

A data repete-se todos os anos e até já está assinalada no calendário de muitos: depois do Natal, da passagem de ano e do dia dos Reis, vem, na terceira segunda-feira do mês de janeiro, a Blue Monday. Este dia, que este ano calhou a 16, é tido como o dia mais triste e deprimente do ano.

A Blue Monday é um dos mitos urbanos que mais se propagou nos últimos anos. O termo foi inventado em 2005 por um psicólogo que inventou uma fórmula matemática para calcular qual era o pior dia do ano.

Para isso, Cliff Arnall reuniu variáveis aleatórias - como o mau tempo, as dívidas da época das festas, o tempo que passou desde o Natal, o facto de as resoluções de ano novo ainda não terem sido realizadas, e o regresso ao trabalho ou à escola - e concluiu que a terceira segunda-feira do ano é o dia mais triste.

Contudo, o que muita gente não sabe, é que este psicólogo foi pago pela agência de viagens Sky Travel para chegar a esta fórmula. O objetivo da Sky Travel era convencer o público que a melhor maneira de sobreviver ao dia mais triste do ano era fazer algo que sempre anima toda a gente: viajar ou marcar uma viagem, segundo o Guardian.

Desde então, o mito da Blue Monday surge com explicações cada vez mais complexas validadas pelo senso comum.

O psicólogo Cliff Arnall descobriu também que o dia mais feliz do ano calha no mês de junho, desta vez pago pela marca de gelados Walls (Olá, em Portugal).