Taxista morto a tiro de caçadeira após discussão em Monchique

PJ investiga morte do homem de 70 anos

Lusa
© ÂNGELO LUCAS/GLOBALIMAGENS

A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar a morte de um homem ocorrida na terça-feira à noite, alegadamente atingido a tiro à porta de um café na vila de Monchique, no Algarve, disse à Lusa fonte policial.

"O caso está a ser investigado para apurar as circunstâncias em que o incidente ocorreu", indicou fonte da Diretoria de Faro da PJ.

Por seu turno, uma outra fonte policial disse à Lusa que o incidente ocorreu por volta das 22:30, junto a um estabelecimento de restauração, tendo o homem, de cerca de 70 anos, sido alegadamente baleado com uma arma caçadeira, por um outro com quem momentos antes tivera uma discussão.

A mesma fonte referiu que na sequência do incidente, foi detido um homem, suspeito de ter efetuado os disparos de uma arma caçadeira que atingiram mortalmente o homem, taxista de profissão em Monchique.

Segundo a fonte, o suspeito dos disparos prestou assistência à vítima, tendo sido retido por populares até à chegada da Guarda Nacional Republicana (GNR), que procedeu à detenção.

A vítima chegou a ser assistida no local por uma equipa do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), mas não resistiu aos ferimentos.